Notícias

29/08/2017

Petróleo cede 3% com paralisação de refinarias com passagem do furacão Harvey

O furacão Harvey atingiu a região do Golfo do México, principal local de exploração de petróleo dos EUA e México.

O furacão Harvey atingiu a costa americana na região do Golfo do México, local conhecido pela alta exploração de petróleo. Com o acontecimento do fenômeno natural, as refinarias e campos de petróleo paralisaram as operações de refino no Texas. Desta forma, os futuros da commodity encerraram em queda ontem nas bolsas de Nova York e Londres.

O petróleo WTI para entrega em setembro cedeu 2,7%, para fechar a US$ 46,57 o barril, enquanto o Brent perdeu 1,44%, e encerrou a sessão a US$ 51,23 o barril.

A queda da demanda pela paralisação das refinarias deve superar a redução da oferta da suspensão de operação parte da produção de petróleo do Golfo do México. A estimativa do governo dos EUA é que as petroleiras cortaram cerca de 313 mil barris/dia ou 19% da extração de petróleo de 1,75 milhão de barris/dia no Golfo do México.

“Esse cenário reduz a demanda de petróleo das refinarias do Golfo, aumentando os estoques”, disse Tony Headrick, analista do mercado de energia na CHS Hedging. “Isso supera as paralisações da produção provocadas pela tempestade”, completou.

A forte queda do preço do petróleo vem em meio a um período negativo para os futuros do petróleo, que cederam pela quarta semana consecutiva, com os investidores mantendo suas dúvidas em relação à capacidade da Opep de forçar seus membros a cumprirem o pacto de reduzir a produção.


ÚLTIMA NOTÍCIA

05/12/2017

Petróleo opera em baixa, em meio a preocupações com produção dos EUA

Os operadores estão dando mais à produção dos Estados Unidos.

Petróleo opera em baixa, em meio a preocupações com produção dos EUA
Ver mais »
Voltar para Notícias